25 de Novembro
As aventuras da Naninha entre Lisboa e Portalegre!!!! (quer dizer a minha vida é uma seca, mas isso também não interessa nada)

10 Dezembro 2009

Já era o segundo em três anos que lhe partia o coração. E agora, ali estava ela de novo, com a cabeça entre as mãos, numa tentativa desesperada de conter a raiva e as lágrimas que a dominavam.
Havia muito tempo que jurara nunca mais amar ninguém, mas o destino pregara-lhe uma partida...ele era o mais velho e experiente de todos os que havia alguma vez conhecido. Mal percebeu quando se aproximou dela e a fez sentir-se uma verdadeira princesa.
Toda aquela atenção, todo aquele cuidado, quase paternal, chocaram-na. Ela que já nem a uma carícia estava habituada. Todo aquele desvelo resultou como um estimulante natural, e a necessidade de amor foi mais forte.
Ela deixou que ele a tomasse em seus braços, deixou-se beijar e deixou-se possuir. De facto o sexo com aquele espécime masculino era alucinante. Ora estavam prestes a atingir o clímax num local público rodeados de pessoas, como mais depressa estavam a fazer amor numa cama cheia de pétalas de rosa e imaculados lençóis brancos ao som das suas músicas preferidas.
Era por tudo isto que ela não percebia o que acontecera mais cedo nesse dia. Ele havia-se despedido como sempre fazia antes de a deixar ir trabalhar. Nem sabia como conseguia ir trabalhar todas as manhãs depois de uma despedida daquelas. Mas com alguma persistência lá acabava por se afastar da parede onde ele a encostava numa tentativa de a convencer a mais uma sessão de sexo matinal.
Naquela manhã, depois de muito choramingar lá se libertou dos seus braços e ia seguir diretamente para o trabalho. De facto já estava dentro do carro quando sentiu a porta do pendura a fechar. Era ele!
- Vim dizer-te que já não te quero mais.
Achou aquela, a mais estúpida das brincadeiras, mas riu-se.
- Vá, vá, pára com as brincadeiras e deixa-me ir trabalhar. - Mas ele nem respondeu e saiu.
Ficou a vê-lo afastar-se e nesse momento percebeu que não era uma brincadeira, ele não a queria mais e ela nem ao menos sabia porquê.
Se soubesse o motivo talvez pudesse fazê-lo mudar de ideias. Não era demasiadamente orgulhosa para isso...antes a dor atroz.

 

 


"Ouvi dizer que o nosso amor acabou e eu não tive a noção do seu fim, pelo que eu já tentei eu não vou vê-lo em mim, se eu não tive a noção de ver nascer o homem..." O despertador acordava-a agora do mais estranho dos sonhos. Quem era aquele misterioso homem? "...e ao que eu vejo tudo foi para ti uma estúpida canção que só eu ouvi, e eu fiquei com tanto para dar e agora, não vais deixar que eu pague a conta..." o despertador tocava. "...E pudesse eu pagar de outra forma..."Apeteceu-lhe atirá-lo contra a parede, mas limitou-se a desligá-lo, levantou-se de um pulo e voo para o chuveiro. 6 Horas mais um dia que começava!

Tem mesmo cara de ter sido postado por Nana às 23:21

Naninha!
Estou espantado!
Sorry...

:)
Miguel a 22 de Dezembro de 2009 às 00:45

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Eh pah...

Pesquisar é que não...

 
Oh só o que as pessoas dizem dos meus posts!
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
oláaa menina desaparecida....gostaria de saber se ...
Importas-te de voltar a escrever algo sff? :)
seu blog é muito bom! Eu não leio Português bem, m...
http://kulcinskaia.blogs.sapo.pt/184469.html
Então jovem, tens andado desaparecida. Espero que ...
olá! Parabéns " tia " babada :). é muito bom ter u...
Então Naninha???Vou ter de ir aí puxar-te as orelh...
12º capitulo 12º capitulo 12ºcapitulo 12º capitulo...
ainda tenho em minha pose a sua prenda de anitos.....
Txiii que estes foram comentados à bruta
26 sábias observações
21 sábias observações
18 sábias observações
17 sábias observações
16 sábias observações
16 sábias observações
16 sábias observações
15 sábias observações
15 sábias observações
14 sábias observações
Coisas a atirar para o idoso...
Subscreve já imediatamente se não...ai se não!!!
blogs SAPO